Administração de Fármacos: explorando as vantagens e versatilidade da gelatina e colágeno

A gelatina tem demonstrado grande utilidade e versatilidade em muitos sistemas avançados de administração de fármacos. Os exemplos incluem moléculas grandes e pequenas (biológicas) inseridas em micro e nanoesferas, películas em gel, insertos oftálmicos e gotas oculares. Em todas estas aplicações, a gelatina oferece grande flexibilidade no controle da liberação de fármacos em uma série de químicos (hidrófobos, hidrófílicos ou neutros). Os fármacos que tiveram problemas de má biodisponibilidade foram formulados eficientemente com gelatina (Nikkhah, et al., 2016).

 

Partículas micrométricas e submicrométricas à base de gelatina: um uso crescente no setor da administração de biomoléculas e fármacos e em medicina regenerativa

Recentemente, as partículas micrométricas e submicrométricas à base de gelatina criaram interesse no setor da administração de biomoléculas e fármacos e medicina regenerativa1-2. As endotoxinas são importantes para estas aplicações. Qualquer endotoxina remanescente pode causar efeitos imunogênicos adversos significativos. X-Pure é ultrapuro, baixo em endotoxinas e não compromete as características ajustáveis e biocompatíveis únicas da gelatina natural. Com X-Pure, agora é possível preparar partículas de gelatina micrométricas/submicrométricas e géis injetáveis coloidais em conformidade com as mais exigentes regulamentações e normas de qualidade para biomoléculas - e administração de fármacos e medicina regenerativa.

 

1. Young S. et al. 2005. Gelatin as a delivery vehicle for the controlled release of bioactive molecules. Journal of controlled release: boletim oficial da Controlled Release Society 2005, 109 (1-3), 256-74.

2. Elzoghby A. O. 2013. Gelatin-based nanoparticles as drug and gene delivery systems: reviewing three decades of research. Journal of controlled release: boletim oficial da Controlled Release Society 2013, 172 (3), 1075-91.

Descubra como o X-Pure está contribuindo para a formulação parenteral e hemostática