Anos de pesquisa levam a avanços entusiasmantes

A linha X-Pure® da Rousselot Biomédica é resultado de anos de pesquisa e desenvolvimento profundos. Além de completar a linha abrangente de soluções à base de gelatina e colágeno da Rousselot, representa um avanço entusiasmante na pesquisa (bio)médica), garantindo os mais altos níveis de segurança.

Tecnologia patenteada X-Pure

O processo de fabricação multifásico por trás de X-Pure - tecnologia patenteada - inclui as fases de purificação, filtragem e secagem, realizadas em condições controladas e assépticas e através de um processo validado. O produto final é testado para garantir qualidade e segurança máximas.

Explicação da gelatina

A gelatina e o colágeno têm um longo historial histórico de excipientes de confiança na indústria farmacêutica, oferecendo grande versatilidade e cumprindo, simultaneamente, as mais altas normas de segurança e conformidade regulamentar. A gelatina é formada pela hidrólise parcial do colágeno, a proteína mais abundante no corpo e a macromolécula mais prevalecente da matriz extracelular. As gelatinas e colágenos usados na indústria farmacêutica são produzidos da mesma forma que a gelatina para aplicações alimentares: através da decomposição de colágeno em gelatina de Tipo A (processo ácido) ou Tipo B (processo de cal alcalino). O produto obtido é adequado para uma variedade de aplicações.

A hidrólise adicional produz colágeno/gelatina hidrolisado(a)

Devido a uma desaminação mais extensa da asparagina e glutamina em gelatina de Tipo B, o ponto isoelétrico (pI) da gelatina de Tipo B é inferior ao da gelatina de Tipo A: o pI do Tipo A é 7,0-9,0, enquanto que o do Tipo B é 4,9-5,1. A hidrólise adicional produz o dito chamado «colágeno/gelatina hidrolisado(a)» As moléculas hidrolisadas obtidas, ou peptídeos, têm diferentes características. Não têm capacidade para formar um gel, mas suas propriedades estabilizadoras únicas se mantêm, com impacto limitado na viscosidade.